SOM ALTO, afinal pode ou não pode?

Um dos problemas modernos que temos é o excesso de poluição sonora.

Existe uma lei que proibe o barulho:

Lei 1916/67 | Lei nº 1916

art 1. “É proibido perturbar o bem estar e o sossego público, ou da vizinhança, com ruídos, algazarras ou barulhos de qualquer natureza, ou com produção de sons julgados excessivos, a critério das autoridades competentes.”

Na verdade não quero cagar regras, porque eu não conheço sobre, mas o incomodo de um som muito alto é algo terrivel, mesmo que seja de uma carro passando na rua.

Hoje em dia temos um problema que são pessoas que comprar carros e colocam o mesmo valor do veiculo em som. Não vou comentar sobre as músicas que são escutadas nesse som, porque gosto musical é algo muito pessoal, mas o problema é o volume.

A tambem bares que deixam as músicas muito alta, isso acontece bastante em periferias, que os proprietarios ou frequentadores acham que está tudo bem, então um bar que não cabe nem 10 pessoas dentro tem um som de proporções profissionais tocando musica e as vezes atrapalhando o transito local e o sossego dos demais moradores.

E a policia?
Então agora quando ligamos para policia temos que nos cadastrar para falar de um barulho excessivo em nossa rua, a lei não esta sendo cumprida.
Quando um policial passa do lado de um veículo com som alto ele não faz nada, sendo que isso é passivel de apreensão do veiculo, fica por isso mesmo.

Quando “tentamos” argumentar com a pessoa do seu som que está em volumes estratosféricos, ela acha ruim e diz que nós estamos tirando a diversão delas.

Sinceramente não sei mais o que fazer a respeito disso, gostaria muito que as leis fossem executadas no Brasil, assim como os aumentos de salários e impostos acontecem.

Autor: Andrew

Sou um maluco de plantão, revoltado nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *